Aplicação da toxina botulinica

BOTOX®, Dysport®, Prosigne®, Xeomin® são nomes comerciais para a toxina botulínica

Toxina botulínica, conhecida popularmente como “botox”, é uma proteína produzida pela bactéria Clostridium botulinum. Quando administrada por injeção, em quantidades muito pequenas, em um músculo facial específico, apenas o impulso que orienta este músculo será bloqueado, causando o relaxamento local. Deste modo, a toxina botulínica atua como um bloqueio da musculatura subjacente das linhas indesejadas.

O tratamento envolve injeção em quantidades muito pequenas nos músculos subjacentes para imobilizá-los. A terapia atual é bem tolerada, rápida e a recuperação é mínima. Alguns efeitos colaterais permanecem por cerca de três a sete dias após o procedimento. A toxina começa a fazer efeito sete a 14 dias depois e esse efeito perdura por cerca de três a seis meses até que desaparece gradativamente, enquanto a ação muscular retorna. Com aplicações em intervalos regulares, pode ocorrer de o músculo enfraquecer e, dessa forma, as aplicações passarem a durar mais tempo.

EFEITOS COLATERAIS

Os efeitos colaterais são mínimos e relacionam-se com a injeção local. Dor ou edema podem surgir em torno do local da injeção. Maquiagem pode ser usada após o tratamento, mas é preciso ter cuidado para não pressionar ou massagear a área após algumas horas do procedimento. Em casos raros, os pacientes podem desenvolver fraqueza temporária dos músculos vizinhos, ou dor de cabeça, ou sobrancelha e/ou pálpebra caída, também temporariamente.

INDICAÇÃO

A toxina botulínica é indicada para amenizar linhas de expressão e rugas profundas. Por exemplo, as linhas verticais entre as sobrancelhas; pés-de-galinha nos cantos dos olhos; linhas horizontais na testa e nas bandas do músculo platisma, conhecido como pescoço de peru.

Também é usada para o reposicionamento das sobrancelhas: o músculo é enfraquecido e relaxado, para não contrair. Esse tratamento previne que se formem novas rugas. Alguns músculos não podem ser tratados, pois realizam funções importantes na expressão natural de uma pessoa. É o caso do músculo que levanta as sobrancelhas e dos músculos da linha do sorriso, uma vez que eles são necessários para as expressões dessa região.

BOTOX PARA HIPERIDROSE – SUOR EXCESSIVO

A toxina botulínica é conhecida por bloquear fibras colinérgicas simpáticas pós-ganglionares na região das glândulas sudoríparas. Desde a década de 1990, tem sido empregada no tratamento da hiperidrose focal, e vários estudos demonstraram sua eficácia,segurança e boa tolerabilidade como opção aos tratamentos tópicos, sistêmicos e cirúrgicos.

A transpiração excessiva pode aliviar com injeções altamente diluídas da toxina botulínica, diretamente na pele das axilas ou na pele nas palmas das mãos e plantas dos pés.

COMO FUNCIONA

Antes do procedimento, é recomendada a realização de teste com tintura de iodo, seguida da aplicação de amido, permitindo a visualização da área afetada pelo surgimento de coloração azulada na presença de sudorese (teste de Minor)

A APLICAÇÃO DÓI?

Não. O desconforto das picadinhas é amenizado pela aplicação de pomada anestésica.

DURABILIDADE

Com o tratamento, há paralisação das glândulas sudoríparas da pele que são responsáveis pela transpiração excessiva. Uma única sessão de tratamento pode fornecer meses de alívio, e os especialistas acreditam que as injeções podem ser repetidas indefinidamente, uma ou duas vezes por ano.

BOTOX PARA ENXAQUECA

Tratamento com botox para dor de cabeça ajuda somente pacientes com enxaqueca crônica

Em junho de 2011, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso da toxina botulínica para o tratamento de enxaqueca crônica em adultos. O órgão considera pessoas com a doença aquelas que apresentam dores de cabeça mais do que 15 dias por mês e crises com duração média de quatro horas.

Além do uso estético, há liberação para tratamento de problemas como estrabismo, contrações involuntárias da musculatura, suor excessivo nos pés e nas mãos e rigidez excessiva nos músculos causada por derrames cerebrais.

A indicação para enxaqueca crônica é bastante específica. São considerados com a doença pacientes que apresentam mais de 15 dias de dor de cabeça por mês, cada crise com duração média de quatro horas diária.

O botox, aplicado com uma ampola em várias partes da cabeça e pescoço por um médico especialista, pode substituir ou reduzir o medicamento preventivo. O efeito não é imediato. “As crises vão perdendo a intensidade, geralmente 15 dias depois das injeções”, relata o médico. Assim como tratamento estético, as aplicações precisam ser refeitas periodicamente.

USO DA TOXINA BOTULINICA PARA MELHORA DO CONTORNO FACIAL

O contorno facial é fator determinante na diferenciação da beleza entre homens e mulheres.

A face masculina é quadrada e composta de ângulos bem marcados, tendo os terços médio e inferior de igual largura. Por outro lado, a face feminina tende a ser mais delicada, de formato oval ou triangular, com o terço inferior mais fino em relação à projeção mais alta e lateral do arco zigomático.

O chamado ângulo da beleza surgiu a partir da avaliação da geometria do contorno facial de pessoas consideradas belas. Esse ângulo é formado pelo cruzamento de um traçado paralelo à linha média e o ponto de interseção de dois outros traçados ao longo do corpo mandibular e da projeção do ramo ascendente da mandíbula. Nos pacientes com hipertrofia de masseter ou aumento da parótida esse ângulo é agudo. Nas pacientes com o rosto de formato triangular ou quando se atenua o contorno do terço inferior, esse ângulo é menos agudo.

A hipertrofia do músculo masseter é condição benigna, de etiologia desconhecida, mais comum em pessoas com idades entre os 20 e os 40 anos, sem predileção por sexo, podendo ser uni ou bilateral.

É comum entre asiáticos e contribui para um rosto largo. Em caucasianos é condição menos frequente, mas pode estar associada ao bruxismo e dor na articulação temporomandibular.

O avanço da terapia conservadora, diversos artigos demonstraram o sucesso do uso da toxina botulínica  como alternativa à cirurgia no tratamento da hipertrofia massetérica, evitando longo tempo de recuperação, e, mais recentemente, seu uso para atenuação do contorno facial.

A toxina botulínica há muitos anos tem sido utilizada com sucesso para fins cosméticos no intuito de prevenir e suavizar rugas e linhas de expressão na região superior da face. Seus benefícios já vêm sendo amplamente descritos no terço inferior da face como prática para a obtenção de contorno facial mais harmonioso. Mais recentemente, essas aplicações vêm sendo demonstradas em trabalhos clínicos de maior impacto, permitindo melhor refinamento da técnica.

COMO FUNCIONA

A técnica para aplicação da toxina botulinica com objetivo de remodelamento do terço inferior da face é muito semelhante à aplicação para tratamento da hipertrofia do masseter e consiste na injeção de um a seis pontos distribuídos ao longo do corpo do músculo.

Os melhores resultados são obtidos em pacientes com masseter bem desenvolvido, contorno facial alinhado, sem ossos protrusivos e pouca quantidade de tecido adiposo ao redor do queixo ou maçãs do rosto.

DURABILIDADE

As aplicações devem ser repetidas em intervalos de 4 a 6 meses até que se atinja o contorno facial desejado.

A toxina botulínica (BOTOX®, Dysport®, Prosigne®, Xeomin®) age diminuindo temporariamente a força e a intensidade da atividade muscular, e portanto ajuda no tratamento e controle dos seguintes problemas :

1- Bruxismo, apertamento e rangimento dos dentes, hiperatividade do músculo masseter

O músculo masseter e o temporal, ilustrados abaixo , são os músculos responsáveis pelo fechamento e apertamento da mandíbula. Em pessoas com bruxismo, esses movimentos ocorrem fora da mastigação e com intensidade muito elevada.

A aplicação de toxina nesses músculos alivia muito a força excessiva que a pessoa faz quando cerra a boca ou range os dentes .

O resultado aparece depois de duas a três semanas, e dura por volta de 4 a 6 meses .

A aplicação é rápida e indolor.

2 – Hipertrofia do músculo masseter

Esse músculo, é o mais potente do corpo humano, e em algumas pessoas que tem hiperatividade muscular por bruxismo, ele pode ficar com aspecto saliente. Fazendo a aplicação terapêutica da toxina botulínica, e diminuindo a hiperatividade muscular, o masseter tende a ficar menos saliente dando com isso a aparência de um rosto mais fino.

A vantagem do uso Botox no bruxismo é um resultado eficaz e rápido, sem quase nenhuma contraindicação.

Apesar de resultados muito satisfatórios, a aplicação do botox para o bruxismo não garante a cura e, sim, apenas o controle do quadro.

O tratamento deve ser repetido 1-2 x ao ano.