MD Codes

MD Codes™: o método que revolucionou o uso do preenchimento facial

Resultados mais naturais, precisos e duradouros, que levam em conta a anatomia facial de cada paciente

O procedimento codifica os pontos de sustentação da face, que auxiliam na potencialização dos resultados com preenchimento para a redução da perda de volume e melhora do contorno facial.

Como cada rosto tem um formato distinto, flacidez em pontos diferentes, perda de volume de gordura em áreas específicas e menor ou maior estrutura óssea, o tratamento previne com mais eficácia o envelhecimento.

“Nem sempre o paciente sabe o que realmente precisa e o nosso papel é fazer com que ele compreenda quais serão as prioridades no seu tratamento. O MD Codes™, abreviação para Medical Codes (Códigos Médicos), é um caminho para a sistematização de tratamentos com preenchimento e também consiste numa ferramenta que facilita a comunicação entre o médico e seu paciente.

“Além disso, por meio da utilização dos MD Codes™, conseguimos excelentes resultados com técnicas não cirúrgicas e minimamente invasivas, das quais o paciente pode se beneficiar sem que isso comprometa sua vida social ou profissional”, explica de Maio.

A grande inovação do MD Codes™ é direcionar o médico a avaliar a face como um todo, permitindo que a causa do incômodo seja tratada. Muitas vezes, a origem de uma insatisfação reportada pelo paciente pode estar localizada em uma área diferente daquela que o desagrada. Por exemplo, se a intenção é suavizar o “bigode chinês”, a aplicação do ácido hialurônico pode ser feita na região das bochechas, pois, uma vez estruturada essa área, a ruga do chamado “bigode chinês” será suavizada consequentemente.

O preenchimento facial com ácido hialurônico é utilizado há muitos anos para suavizar rugas e redefinir o contorno facial perdido com o processo de envelhecimento. Mesmo nos dias de hoje, pouco se conhece sobre o que ainda é possível alcançar com esse procedimento. O tratamento feito por meio dos MD Codes™ promove uma aplicação controlada, com entrega de resultados altamente diferenciados, além de preservar a naturalidade do rosto do paciente, pois leva em conta a anatomia e as proporções faciais. As áreas envolvidas na aplicação dos MD Codes™ compreendem as sobrancelhas, olheiras, linhas de marionete, bigode chinês, queixo, lábios, bochechas, pés de galinha e testa.

MD Codes + ácido hialurônico

A  sustentação e a reestruturação facial é feita com a aplicação do ácido hialurônico nestes pontos codificados pelo MD Codes. Cada área exige uma abordagem e o procedimento deve ser feito por dermatologistas treinados. Não existe uma idade adequada para realizar o tratamento. O processo também pode ser feito em adultos jovens, em pequenas quantidades, visando a prevenção da flacidez, rugas e perda de volume, o que chamamos de “beautification”.

Áreas indicadas para a aplicação do MD Codes

São diversos os pontos no rosto indicados para a aplicação, desde a testa até a região mandibular.

As regiões tratadas com maior frequência são a área malar (maçã do rosto), que perde volume e sustentação, especialmente após processos de emagrecimento; e a região do mento (parte inferior dos lábios e da face).

Contra-indicações e cuidados necessários após a realização do MD Codes

Todo tratamento possui suas contraindicações! As do MD Codes são as mesmas do ácido hialurônico. Sendo assim, não é recomendado para gestantes e pessoas alérgicas a algum dos componentes da fórmula. Além disso, após o procedimento, é recomendado evitar massagem no local por 24 horas e atividades físicas nesse período.

Tempo de duração do MD Codes na pele

Diante de um tratamento, a pergunta sobre o tempo de duração dele é sempre inevitável. A “validade” do procedimento depende do produto utilizado, da região tratada e de características individuais do paciente, podendo variar entre dois a nove meses. Porém, mesmo após esse período, é possível observar uma melhora sustentada das regiões, já que o produto estimula a produção de colágeno.

O MD Codes é uma técnica desenvolvida por um cirurgião plástico chamado Dr. Maurício de Maio.