O que é microagulhamento?

Estética

A maioria das pessoas querem obter uma pele saudável, bonita e firme, mas o envelhecimento, a exposição ao sol, a acne, as doenças crônicas da pele além de outros problemas podem causar manchas, textura áspera e marcas na pele. No entanto, muitos acreditam que procedimentos estéticos invasivos ou cirurgias são as únicas opções para melhorar a pele, mas o tratamento com microagulhamento oferece uma solução minimamente invasiva para promover a produção de colágeno e o crescimento saudável da pele para uma aparência mais jovem e uniforme.

Se você estiver precisando de Dermatologista especialista em microagulhamento em Belo Horizonte – BH. Entre em contato conosco agora mesmo!

O que é microagulhamento?

O microagulhamento é um procedimento que essencialmente faz microperfurações na superfície da pele, criando uma “microlesão” controlada que estimula a pele a produzir colágeno e o crescimento de novas células. Também conhecido como terapia de indução de colágeno (TIC), o objetivo desse tratamento é impulsionar a produção de colágeno e acelerar a renovação celular. O colágeno é o que dá à nossa pele uma aparência jovem e suave, mas à medida que envelhecemos, a produção de colágeno diminui, provocando à flacidez e rugas da pele.

O colágeno também é uma parte essencial do processo de cicatrização da pele. Você deve ter percebido que sua pele cicatriza mais facilmente quando adulto do que quando você era criança. Isso se deve em grande parte à diminuição da produção de colágeno com o passar dos anos.

Após o microagulhamento, nossa pele age como se fossemos mais jovem, produzindo rapidamente níveis mais elevados de colágeno e substituindo células velhas da pele por células novas e saudáveis ​​enquanto o corpo trabalha para reparar a microlesão criada pelo processo TIC. Isso preenche as linhas finas e dá mais brilho à pele para criar uma aparência mais jovem e diminui visivelmente as imperfeições da pele. Após a primeira sessão já é possível ver algum resultado. No entanto, a Dra. Priscila recomenda um tratamento de três a seis sessões de microagulhamento, para alcançar um resultado satisfatório.

O microagulhamento é geralmente mais usado no rosto, mas este procedimento pode ser aplicado com eficácia em outras áreas do corpo. Ele é uma excelente opção de tratamento para as seguintes queixas:

  • cicatrizes (incluindo cicatrizes de acne);
  • estrias;
  • linhas finas e rugas;
  • manchas solares (manchas senis);
  • melasma;
  • pálpebras flácidas;
  • perda de elasticidade da pele;
  • poros dilatados;
  • tom ou textura irregular da pele.

Quem pode realizar o tratamento com microagulhamento?

Por ser minimamente invasivo, não causar ferimentos significativos na pele e não ser à base de luz, o microagulhamento é considerado seguro para pacientes de praticamente todas as idades e tipos de pele.

No entanto, a Dra. Priscila geralmente não recomenda o procedimento quando, nas seguintes circunstâncias:

  • feridas não cicatrizadas, especialmente na área de tratamento;
  • em uso de medicamentos;
  • grávida e lactantes;
  • o indivíduo ou parentes próximos têm histórico de cicatrizes (como queloides e hiperpigmentação).

O candidato ideal para o microagulhamento é quem se preocupa com a aparência de sua pele. Esses pacientes podem ter tentado outros procedimentos, como peelings químicos, sem alcançar o resultado desejado e, em alguns casos, os pacientes estão considerando seriamente uma intervenção cirúrgica.

Em comparação com tratamentos dermatológicos estéticos com o mesmo objetivo, o microagulhamento oferece vários benefícios, como:

  • um procedimento minimamente invasivo que é confortável, com pouca ou nenhuma necessidade de anestésicos;
  • tempo curto de recuperação, com mínimos efeitos colaterais e sem tempo de inatividade;
  • o procedimento em si pode ser facilmente realizado durante uma pausa para o almoço;
  • melhora a aparência de vários tipos de imperfeições e proporciona uma pele geralmente mais brilhante, lisa e saudável;
  • eficácia para todos os tipos e tonalidades de pele;
  • o tratamento suave é seguro para uso em peles sensíveis (pálpebras, couro cabeludo, dorso das mãos, etc.).

Como é a sessão de microagulhamento?

A sessão de microagulhamento dura cerca de uma hora. A Dra. Priscila começará aplicando um creme anestésico em sua pele. Em seguida, ela usará um dispositivo especial de microagulha para criar pequenas perfurações na superfície da pele. A Dra. Priscila moverá o dispositivo de microagulhamento uniformemente pela área de tratamento para garantir resultados consistentes.

O procedimento em si geralmente leva de 15 a 30 minutos, dependendo do tamanho da área tratada. Durante o microagulhamento, os pacientes descrevem a sensação como semelhante à de uma lixa sendo movida pela pele, mas como o tratamento é de curta duração e é utilizada anestesia tópica, qualquer desconforto é facilmente controlado.

Muitos pacientes notam um brilho imediato na pele, embora possa haver alguma vermelhidão ou inchaço inicial na área tratada. Para a maioria, mudanças visíveis na pele se desenvolvem ao longo de várias semanas. Os pacientes podem continuar a ver melhorias por até seis meses após o tratamento, pois a produção de colágeno continua.

Existem efeitos colaterais para o microagulhamento?

O microagulhamento tem poucos efeitos colaterais e geralmente são de curta duração. Imediatamente após o microagulhamento, a área tratada ficará com uma cor avermelhada. Em média, os pacientes podem ficar com vermelhidão entre um a três dias. Se você tem pele escura, pode ter hiperpigmentação temporária.

Embora você possa ter sintomas leves após o microagulhamento, este é um tratamento sem tempo de inatividade. Isso significa que você pode voltar à sua rotina normal imediatamente após a sessão de tratamento. Porém, é necessário um cuidado especial para limitar a exposição ao sol enquanto sua pele cicatriza.

Efeitos colaterais leves provocados pelo microagulhamento:

  • irritação;
  • vermelhidão;
  • aparecimento repentino de manchas vermelhas;
  • coceira.

Em casos raros, você pode notar efeitos colaterais mais graves. Esses sinais de alerta requerem intervenção médica. Portanto, entre em contato com a Dra. Priscila imediatamente, nos seguintes casos:

  • sangramento;
  • hematomas;
  • descamação;
  • inchaço;
  • infecção.

Quanto tempo demora o tratamento de microagulhamento?

Para alcançar resultados satisfatórios, são necessários entre três a seis sessões de microagulhamento. Essas sessões serão realizadas mensalmente, geralmente, uma sessão por mês. Para pacientes com rugas profundas, fotoenvelhecimento avançado, estrias ou cicatrizes de acne, geralmente, são recomendadas entre seis a oito sessões.

Após o tratamento inicial com microagulhamento, alguns pacientes precisam apenas de uma única sessão uma vez por ano para manter seus resultados.

Agende agora mesmo uma consulta com a Dra. Priscila Cartaxo, para avaliação individual do seu caso clínico e indicação do melhor tratamento com microagulhamento personalizado para você.